Talita Hoffmann | Areia movediça

26 novembro 2015 - 29 janeiro 2016

AMBIENTES QUIMÉRICOS
Curadoria de Paulo Kassab Jr.

O processo de urbanização e industrialização tardio em países como o Brasil, trouxe características únicas à infraestrutura urbana destes locais e, ao mesmo tempo, criou uma estética quase surrealista em grande cidades. Casas abandonadas, prédios modernos, shoppings e museus convivem como se fossem colagens de imagens sobre o que restou de antigas construções.

Em suas pinturas, Talita Hoffmann estabelece uma relação constante com a mudança nos espaços ao seu redor ou em cidades que passaram por fortes transformações. Planos e ambientes tomados por colagens, linhas e cores. A presença dos personagens é percebida na ausência, o sigilo e a desordem insinuam o barulho. O contraste é flagrante, a mostra da existência pelo abstrato. O concreto invade a tela em paletas de cores e conta histórias pela arquitetura. Mesmo em espaços vazios escondem-se narrativas.

Em um universo com distintas influências, das cores e traços da arte naïf, passando pelas fotografias de Walker Evans durante a depressão nos EUA e pelo design gráfico, a exposição “Areia Movediça” evidencia que as ações do homem e as transformações na cidade – construções e desconstruções – são, em sua maioria, vestígios de incidentes, que percebem o silêncio subsequente ao ruído.



Catálogo Areia Movediça - Talita Hoffmann

Clique na imagem abaixo para fazer o download do PDF.