Florian Raiss | Mitologias Pessoais

14 julho - 25 agosto 2015

MITOLOGIAS DO HABITAR
Curadoria de Paulo Kassab Jr.

Como definiu Ernst Cassirer , a necessidade do homem em delimitar a sua própria existência a conceitos e esquemas pré-determinados, a fim de analisar, dividir e peneirar o ser, reduziram e aprisionaram as formas de expressão à linguagem teórica que, em se tratando de conceito, é também uma criação do pensar, ficção.

Reclusos às próprias presunções, o homem procura símbolos e mitos como formas de lidar com os problemas relacionados a sua essência e enfrentar o desconhecido de si.

O artista reside a incompletude do mundo como sua, as dúvidas e os cortes em sua alma doem diferente. Por isso, sua produção não surge planificada, mas aparece como uma obrigação, uma forma de expelir seus anseios e cultivar as cicatrizes.

As obras de Florian Raiss nascem desse mistério, de uma linguagem que não é lida em conceitos ou menções, mas na própria história do artista. Quadrúpedes, sereias, cabeças, seres místicos e sentimentos impenetráveis. Os mitos de Raiss fazem parte de uma mesma peça, transformam-se, mudam de presença, tamanho e somem, para, muitas vezes, surgirem novamente em outro objeto. Mas quem são esses personagens silenciosos e eróticos? Onde moram estes sentimentos? Talvez sejam eles o espelho do artista, ou quem sabe nem sejam reproduções, mas simples formas simbólicas nas quais o artista converte a realidade em objeto.

Independente de conceitos pré-estabelecidos, a exposição “Mitologias Pessoais” nos convida à compreensão de arquétipos por vezes eclipsados em nós mesmos.



Catálogo Florian Raiss - Mitologias Pessoais

Clique na imagem abaixo para fazer o download do PDF.